Todo mundo sabe que não é fácil guardar um dinheiro no final do mês. Mas todo esforço para poupar uma grana pode valer muito a pena no futuro. Principalmente se você souber onde guardar essa grana. Então vamos imaginar que, de todo o seu salário, dá para separar R$ 300, 00 por mês. Só trezentos. Qual a melhor opção para guardar ou fazer render esse dinheiro pelos próximos 5, 20, 30 anos?

Antes de tudo, você já deve ter ouvido aquela frase que diz que dinheiro na poupança não rende nada, não é? Pensando nisso, fizemos uma pesquisa, entrevistamos um economista e, ao que parece, o Tesouro Direto deve ser a melhor opção para quem quer investir com segurança e não ganhar a merreca da poupança. Dá só uma olhada como funciona:

investir dinheiro

Comprar títulos públicos

Parece mais um daqueles papos chatos de banco, mas é bem mais simples do que parece. Comprar títulos públicos significa investir o dinheiro no Tesouro Direto, que é um programa do governo federal muito seguro e que rende bem mais que a poupança.

Para ter acesso, só é preciso ter conta corrente em algum banco vinculado ao projeto e pedir orientação do seu próprio gerente. No site do Tesouro Direto também tem todas as informações, passo-a-passo, para você começar a aplicar o seu dinheiro.

Mas chega de blá blá blá e vamos ver alguns exemplos de como, na prática, seu dinheiro se comportaria nesse tipo de investimento.

Curto prazo

O economista Gustavo Paiva explica que, guardando R$300,00 por mês na poupança, durante 5 anos, você conseguirá pouco mais de R$20 mil. Se esse mesmo dinheiro for investido em títulos públicos, o valor final vai ser de quase R$ 24 mil.

Pintou um bico, um dinheiro extra que você não vai precisar para agora? É possível também aplicar seu dinheiro uma vez só. E ficaria mais ou menos assim: se você resolver aplicar R$ 1.000 num título que vence, por exemplo, em 2019. Ao final desse prazo, você teria um ganho de quase R$ 400. Melhor que a poupança, não é?

Longo prazo

Mas se você é daqueles que não tem muita pressa e quer ter um bom dinheiro lá na frente, quando estiver mais velho, uma quantia de R$ 150,00 já faria uma grande diferença. Gustavo explica que, como esse valor representaria só 10% do salário, daria para pensar um investimento para, por exemplo, 30 anos.

Se esse valor for investido na poupança, no ano de 2045, você terá pouco mais de R$ 130 mil. Se os mesmos R$ 150,00 forem aplicados em títulos públicos, o seu patrimônio será de R$ 313 mil. Uma diferença bem mais do que considerável.

Passo a passo

1. Abra uma conta-corrente em um banco vinculado ao Tesouro Direto
2. Faça o cadastro na corretora de seu banco, ou em qualquer outra, para cuidar de suas transações
3. Deposite dinheiro na conta e aguarde a finalização de seu cadastro. Esse prazo pode variar dependendo da sua corretora
4. Pesquisa antes de escolher o melhor título para você
5. Faça sua primeira compra, que poderá ser feita online, dependendo de sua corretora, ou presencialmente, junto de seu corretor. Boa sorte!

Dicas para você não se perder pelo caminho

1. Baixe o aplicativo do Tesouro Direto na loja do seu celular
2. Faça uma pesquisa para encontrar a corretora com menor taxa
3. Assista vídeos na internet com dicas e procure ler sobre o assunto
4. Não coloque todo o seu dinheiro em títulos, pois, se você precisar deles antes do prazo de vencimento, pode perder dinheiro

3 aplicativos para ajudar nas suas finanças

Minhas Economias – Permite monitorar o dinheiro que entra e sai da sua conta, além de dividir por categorias cada um de seus gastos. Bom para não perder de vista as compras parceladas no cartão

Dinheirama – Aplicativo que publica, todos os dias, artigos, vídeos e podcasts com dicas de como guardar e aplicar melhor o seu dinheiro

iBillionaire – Em inglês, esse aplicativo é para aqueles que sonham em ficar muito ricos. Entre outras funções, ele tem um feed de notícias que mostra o que alguns dos principais bilionários do mundo estão fazendo com seu dinheiro

Compartilhe

Comentários