No Brasil, se você for parado por uma blitz depois de ter bebido, três coisas te acontecem: você toma uma multa de quase dois mil reais, leva sete pontos na carteira e pode até ter o carro apreendido. Mas fica por isso mesmo – e assim é em muitos outros países.

Na Tailândia, não. Lá é diferente.

Recentemente, fizemos um post com medidas inovadoras que diferentes países tomaram nos últimos meses para educar seus cidadãos (clique aqui para ver), o que mostra a corrida em busca de um trânsito mais seguro. Dessa vez, foi a Tailândia que surpreendeu na criatividade.

bebado_tailandia2

Por ter o segundo maior número de mortes de trânsito no mundo, o governo tailandês decidiu tomar uma medida bizarra para mudar o comportamento da população: obrigar aqueles que forem pegos dirigindo bêbados a trabalharem em necrotérios. Já pensou?

Essa iniciativa pode até ser considerada “pesada”, mas só foi tomada porque as medidas mais leves não surtiam o efeito desejado. O número de acidentes não diminuía e a preocupação dos motoristas, em contrapartida, não aumentava.

Apesar dessa “multa” ser considerada mórbida, é bem inteligente também, já que certamente impactará o público com muito mais eficiência.

Já pensou se o Brasil decide importar essa ideia? Provavelmente nunca mais veríamos motoristas bêbados nas ruas!

Compartilhe

Comentários