Com os anos novos itens são incorporados aos carros, aprimorando cada vez mais sua funcionalidade e desempenho. A questão é que em alguns casos a desatenção na hora da instalação destes pode custar bem caro.

O Contran, Conselho Nacional de Trânsito, é responsável por uma série de resoluções que cuidam da fiscalização desses itens, gerando multas e penalidades para aqueles que as violem. Para não levar a pior lá na frente, confira quais são as principais causas de infração:

1. Rack para bicicletas e engate para reboque

Este item está presente na resolução 349, artigo 8º. Nele se especificam questões como o tamanho exato, que não deve exceder a largura e o comprimento do carro, e o posicionamento do equipamento, que não pode cobrir a placa e as lanternas do veículo.

Em relação ao reboque a fiscalização também é detalhada. A capacidade máxima de tração precisa ser divulgada pelo fabricante, e o conector de energia deve estar ligado.

2. Aerofólio e spoilers

Instalar essas peças é um costume para muitos que querem personalizar o carro. O problema é que qualquer tipo de modificação profunda deve constar no documento do automóvel segundo a resolução 292.

3. Faróis

A alteração dos faróis pode ser uma opção um tanto quanto perigosa. Uma iluminação mal instalada prejudica a visão de outros motoristas, os sujeitando assim a inúmeros acidentes gravíssimos.

Caso ocorra qualquer mudança, a mesma deve constar no documento do carro, seguindo a regulação 292.

4. Rodas

De acordo com a resolução 533/78, as medidas da roda devem estar dentro do padrão, que limita a peça ao para-lama ou diâmetro do conjunto pneu/ roda. A penalidade também pode ser concedida caso as rodas alterem de alguma forma o visual do automóvel.

5. DVD e GPS

Muitos veículos atualmente já saem de fábrica com esses acessórios embutidos, porém o cuidado na hora de utiliza-los deve ser extremo. De acordo com o artigo 230 do CTB, assistir qualquer conteúdo visual enquanto o carro está em movimento é motivo para infração grave, somando 5 pontos na carteira.  

Para que tudo funcione perfeitamente, o necessário é que o aparelho tenha um sensor de movimento, que desligue automaticamente o visor do motorista, ou altere a função de vídeo para GPS. Os assentos traseiros não se incluem nessa

Compartilhe

Comentários