Nesta semana, Brasil e Colômbia firmaram um novo acordo importante para o setor automotivo. Por meio de comunicado divulgado pelo MDIC, Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, as exportações mútuas, com um volume pré-definido, terão alíquota zero. Antigamente, as exportações estavam sujeitas à cobrança de 16%.

Serão 12 mil unidades no primeiro ano, depois 25 mil para o segundo, e 50 até o oitavo ano. O benefício imediato vem para o Brasil, que poderá triplicar o volume de exportação para a Colômbia. Para o MDIC, a Colômbia, por sua vez, estima iniciar as vendas ao Brasil em um ano e meio.

Antonio Megale, presidente da Anfavea, acredita que o acordo permitirá maior integração para ambos os lados e que espera que o acordo entre em vigor já nos próximos 2 meses.

Comentários