A nova Philips X-tremeUltinon LED para faróis H4 estreia no mercado nacional como a primeira lâmpada de LED automotiva para faróis principais testada do Brasil, reunindo a durabilidade, o estilo e a segurança que só a líder global em segurança automotiva pode oferecer.

150% mais brilhante na estrada quando comparada com as lâmpadas convencionais, a nova Philips LED atende e supera todos os critérios de qualidade e desempenho exigidos para as lâmpadas halógenas. Oferecendo mais segurança de condução e conforto visual ao projetar luz com mais intensidade nos pontos estratégicos, a lâmpada ilumina a estrada e placas de sinalização sem ofuscar a visão de quem trafega no sentido contrário. Todas essas especificações estão de acordo com as Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

“Ao contrário das lâmpadas convencionais, mais propensas à ruptura por impactos e choques por contar com filamento flexível, o LED é muito mais robusto, pois no lugar do filamento possui chips de material semicondutor sólido, responsáveis pela emissão da luz”, explica Leonardo Figueiredo, gerente de Produto da Philips Automotiva.

Ainda de acordo com o gerente, “o princípio de emissão de luz no LED é a eletroluminescência, ou seja, a luz é emitida com a passagem da corrente elétrica por meio de uma reação dos elétrons. Por isso, não há perda de material durante o processo”.

Sendo assim, o LED é muito mais eficiente que uma lâmpada incandescente na relação luminosidade x gasto energético. Além disso, é muito mais resistente a impactos e vibrações e muito mais durável do que a lâmpada halógena; a Philips H4 LED não pisca e não interfere em outros sistemas eletrônicos do automóvel

Para elevar ainda mais a durabilidade da nova lâmpada, a Philips desenvolveu um sistema inovador para dissipação de calor. Chamado de AirFlux, deixa a ventilação mais eficiente na base do LED, reduzindo a temperatura nesta região e evitando a perda de lúmens causada pelo superaquecimento.

Oferecida na Europa e Ásia, a Philips H4 LED já está disponível nas lojas especializadas do país, e pode ser instalada em carro que use, originalmente, as lâmpadas halógenas H4. Isso porque, ao contrário de outras tecnologias, como o xênon, o LED está previsto na Resolução do Contran e, por isso, é permitido em substituição às halógenas convencionais, bastando ao motorista fazer a adequação no documento do veículo.

Comentários