Resgatando os velhos tempos, a Ducati tem em sua linha Scrambler a missão de misturar a mecânica e o design da década de 60 e 70 com a modernidade dos tempos atuais. Para fazer isso, a marca italiana criou o projeto Scrambler Maverick, buscando inventar uma identidade única para esses modelos através da customização feita por um artista. O primeiro a ser convidado para modificar o visual dessa moto é o tatuador Grime, apelidado de Valentino Rossi do mundo das tattoos.

“Criamos o projeto Scrambler Maverick para empoderar mundos únicos, abraçando sua criatividade e individualidade. Escolhendo Grime para a primeira Maverick, nós esperamos estabelecer um precedente para todas as futuras colaborações. Ele sempre seguiu seu próprio caminho, o que fez dele um dos mais respeitados tatuadores, com um estilo distinto, incorporando o livre espírito criativo. A Ducati Scrambler tem os mesmo atributos”, disse Jason Chinnock, CEO da Ducati North America.

Grime, em conjunto com a Marin Speed Shop, nos Estados Unidos, trouxe as inovações que queria para a moto. A Scrambler Maverick “feita” pelo tatuador foi vista pela primeira vez no Handbuilt Motorcycle Show, em Austin, no Texas, em abril deste ano. O modelo será vendido em um site de leilão online e ajudará uma instituição de caridade escolhida pelo artista.

O projeto Scrambler Maverick escolherá dois artistas por ano para fazer as customizações. Eles serão encarregados de fazer a modificação usando apenas peças Ducati e um orçamento modesto.

Confira uma entrevista com o artista Grime e com o processo de customização da Scrambler:

 

Compartilhe

Comentários