Segundo pesquisa da B3, bolsa de valores oficial do Brasil, a venda financiada de veículos leves de janeiro a novembro ultrapassou 1 milhão de unidades. A marca alcançada representa alta de 6,9% sobre o mesmo período de 2016. Os números do estudo incluíram vendas por Crédito Direto ao Consumidor (CDC, responsável por 85% dos financiamentos de zero-quilômetro em 2017), consórcio e locação financeira.  As vendas a prazo registradas entre os 11 meses equivalem a 52,2% dos quase dois milhões de  automóveis comerciais leves emplacados de janeiro a novembro de 2017,

Quanto ao financiamento de comerciais pesados, como caminhões e ônibus, o total acumulado foi de 56,5 mil unidades, refletidos em alta de 8,7% sobre o mesmo período do ano passado. Destes, o número de vendas a prazo até novembro foi de  95,2%.

Por outro lado, o número de vendas a prazos de motocicletas continua em queda na comparação histórica. Nos 11 meses foram 542,1 mil unidades financiadas, mais de 50% a menos que o mesmo período de 2016. Das motos entregues até novembro, 70% foram financiadas.

No mercado de usados, o total de veículos financiados no acumulado anual foi de pouco mais de 3 milhões de unidades, apresentando alta de 14,6% sobre os mesmos 11 meses do ano passado. O crescimento, segundo a pesquisa, foi motivado pelo parcelamento de automóveis e comerciais leves de segunda mão, que cresceu 14,4% e alcançou 2,76 milhões de unidades. A venda a prazo de motos usadas também teve crescimento expressivo de 32,9%, porém com menor volume, 126,4 mil unidades.

Comentários