Gigante do setor automotivo, a Hyundai irá começar a investir um enorme montante em carros elétricos e condução autônoma. Esta ação é consequência de um acordo com o governo da Coreia do Sul, que pressiona a empresa para gerar aumento de empregos no país e aumentar os investimentos na nação asiática.

A aposta da Hyundai no segmento é o Ioniq elétrico e seu modelo híbrido, que deve chegar em breve no Brasil

Para tirar o plano do papel, a montadora sul-coreana se comprometeu a contratar 45 mil pessoas nos próximos cinco anos e investir cerca de US$ 21 bilhões (aproximadamente R$ 66 bilhões). Grande parte do montante será destinado ao desenvolvimento e a produção de carros elétricos das marcas Hyundai e Kia Motors, conforme apurou a agência Reuters.

O acordo com o novo governo sul-coreano é consequência das metas dos novos políticos. Eles querem aumentar a geração de empregos no país e acreditam que a Hyundai é um fator essencial nesse objetivo.

Fora da Coreia do Sul, a Hyundai-Kia tem diminuído sua porcentagem de vendas nos Estados Unidos. Por isso, os sul-coreanos estão investindo nos elétricos e na condução autônoma, buscando reforçar a marca em território norte-americano. Essa ação também seria positiva para a empresa no mercado chinês.

A aposta da Hyundai no segmento é o Ioniq elétrico e seu modelo híbrido, que deve chegar em breve no Brasil. No mercado sul-coreano, a montadora já começou a vender o Kona elétrico. Pelo lado da Kia, o veículo que será o foco desta categoria será o Niro.

Comentários