Com certeza você já precisou de peças de reposição para fazer um reparo. Quando não encontramos a peça exata para consertar um componente automotivo, ou quando não temos o valor exato para pagá-las, são elas que “salvam o dia”. Essas peças estão presentes em diversos carros e sempre garantem um perfeito funcionamento dos mesmos. No entanto, qual a diferença exata entre elas e as tais “originais de fábrica”?

Separamos as principais características de cada uma e as comparamos. Está na hora de você tirar as suas próprias conclusões.

Peças de fábrica

  • Possuem preço elevado
  • Podem ser encontradas em concessionárias
  • São conhecidas como originais
  • Apresentam garantia de adequação entre peça e veículo

As peças de fábrica são projetadas e fabricadas pela montadora do veículo. Ou seja, sua composição é idêntica a daquelas instaladas no carro assim que ele sai da fábrica. Em tese, essas peças apresentam a mesma durabilidade e confiabilidade daquilo que já constituía o veículo inicialmente. No entanto, apresentam um preço elevado se comparadas às peças de reposição. 

Peças de reposição

  • Possuem preço acessível
  • Podem ser encontradas em diferentes autopeças 
  • Representam melhor custo-benefício quando se concilia a compra de uma boa fabricante a um preço justo.

São as peças de fabricação externa às montadoras de veículos. Ainda que não possuam a mesma garantia dos modelos de fábricas, esses produtos são capazes de garantir alto padrão e performance. Para garantir isso, é preciso nortear as pesquisas em busca da reputação das empresas especializadas nesse segmento, assim como de seus produtos. Portanto, essas peças podem representar um excelente negócio.

imagem que representa os benefícios das peças de reposição

Comentários