Os faróis existem desde a época das carruagens. No início, eram utilizadas velas dentro de lampiões presos ao lado do cocheiro e elas tinham a função de iluminar o caminho. Com o avanço da tecnologia, os faróis evoluíram, e eles não têm só função de iluminar o caminho. O item também pode sinalizar direções e exibir alertas.

No mercado atual existem diversos tipos de faróis, desde as mais simples como os halógenos até os mais tecnológicos, como os a laser. Os LEDs são um dos mais comuns e divide opiniões em relação aos promissores faróis a laser sobre qual dos dois é o mais eficiente. Então entenda a diferença entre os dois modelos:

Faróis de LED

  • Mais brilhantes que os halógenos
  • Consumo de energia é 74% menor
  • São mais duráveis
  • Mais resistentes a impactos e vibrações

Normalmente o LED produz 20 lumens/watt, 13% a mais que as lâmpadas incandescentes. Eles são basicamente um conjunto de diodos que convertem energia e a transforma em luz. Caso o dono do carro queira instalar um farol de LED, ele deve informar ao Detran e esperar a autorização.

Faróis de Led

Faróis a laser

  • São os mais potentes do mercado
  • Tem um alcance de 600 metros
  • São menores
  • 1000 vezes mais brilhante que o LED

Apesar de o farol a laser ter uma alta eficiência energética, ele é um item muito caro. O primeiro carro a possuir esse acessório foi a BMW i8, e por enquanto essa tecnologia pode ser encontrada nos veículos que são considerados premium.

Faróis a Laser

Comentários