O ano de 2016 não tem sido nada fácil. Em diversos setores, por conta de fatores internos e externos, as dificuldades são enorme. Com o setor de autopeças não é diferente. O déficit na balança comercial para este ano pode ser até 23% maior que a projeção anterior do Sindipeças.


Agora, a estimativa elevou para US$ 4,97 bilhões a projeção de déficit na balança. No estudo anterior, de junho, a entidade estimava US$ 4,03 bilhões. Já a estimativa de faturamento nominal se manteve na casa dos R$ 63 bilhões, o que ainda representa uma queda, se comparado com 2015.

Os investimentos para o próximo ano tiveram ligeira correção positiva. O valor subiu de US$ 411 milhões para US$ 460 milhões.

Compartilhe

Comentários