O aluguel de carros por um determinado período atrai principalmente aqueles que querem reduzir despesas.

Com a ascensão dos serviços digitais, quase todos os produtos que consumimos atualmente são contratados por assinatura. Alimentação, compras, filmes, séries, músicas, jogos, notícias, roupas… e a lista só aumenta, atingindo até mesmo o mundo automotivo. 

A novidade mais atraente do momento são os carros por assinatura.

Como funciona o aluguel de carros por assinatura?

O aluguel de carros por assinatura tem chamado atenção daqueles que querem praticidade, rapidez e menos despesas na hora de escolher um automóvel zero quilômetro por determinado tempo. 

Pelo pagamento de uma taxa fixa mensal, o aluguel por assinatura permite aos usuários dirigir o carro que quiserem de um revendedor. 

Montadoras como Volkswagen e Toyota, além de companhias de locação, já aderiram à nova forma de fazer o consumidor ter um automóvel na garagem. Uma das vantagens desse serviço é o maior tempo de uso aliado ao menor custo, se comparado ao financiamento de carro. 

Empresas como a Flua! (serviço de carros por assinatura da Fiat e da Jeep) permitem a compra do veículo ao término do contrato. No entanto, o valor pago durante a vigência do acordo não é abatido do valor do automóvel. 

Diante disso, em momento algum o cliente é o dono do carro, apenas um consumidor que paga mensalidade pelo uso.

Após escolher o carro que deseja, são apresentadas as opções de duração dos contratos. De maneira geral, as empresas oferecem assinatura de 12 a 48 meses. Porém, já se sabe que, quanto mais longo for o acordo, menor será o valor das parcelas mensais. 

Além disso, ao contratar o serviço, o cliente precisa escolher a franquia de quilometragem, ou seja, o quanto ele pode rodar com o veículo por mês. A maioria dos planos começam em 500 quilômetros, e, quanto maior a distância permitida, maior será o preço da mensalidade.

Valores do aluguel

Esse novo serviço digital está conquistando e deixando animados aqueles que apreciam carros e adoram dirigir. No entanto, os preços ainda afastam boa parte dos consumidores – podem variar de R$750,00 a R$7 mil.

Vale destacar, porém, que nesse pacote já estão incluídos todos os custos de seguro, manutenções corretiva e preventiva, bem como de documentação. 

Despesas com impostos, combustível, multas e estacionamento, por sua vez, são de responsabilidade do cliente.

Importante lembrar, ainda, que existe uma taxa por quilômetro rodado (R$0,50/km) além daquilo que foi acordado no contrato. 

Somente o comprador pode dirigir o carro?

Não! Dependendo da empresa de automóveis ou de locação, é possível que outro condutor use o veículo. Porém, elas exigem o cadastro de terceiros, para que tenham acesso ao mesmo tipo de proteção do titular.  

Mas nem todas fazem isso. Portanto, é fundamental consultar a regra descrita em cada contrato.

Requisitos para alugar um carro por assinatura

Para assinar um carro é preciso ter, inicialmente, uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com todas as regulamentações em dia. Além disso, algumas empresas exigem que as mensalidades não comprometam mais do que 30% da renda do contratante.  

No entanto, outras oferecem a possibilidade de agregar a renda de cônjuges na conta, caso os valores extrapolem o limite preestabelecido. 

Por fim, já existem mais de dez empresas que já oferecem o serviço de assinatura de carros no Brasil. Entre elas, estão Porto Seguro, Unidas, Localiza e Movida. 

No campo das montadoras, como você já leu anteriormente, temos a Flua!, que oferece carros da Fiat e Jeep. Além dela, Audi, Renault e Volkswagen possuem essa modalidade.

Compartilhe

Comentários