Após encontros exclusivamente virtuais por conta da pandemia, os eventos do ramo automotivo voltam a ocorrer in loco. As próximas paradas serão em Bogotá e Dubai.

À medida que a vacinação arrefece os efeitos devastadores da Covid-19, diversas atividades presenciais vêm sendo retomadas. Entre elas, temos as feiras internacionais de autopeças, essenciais para o comércio do segmento. 

Com isso em mente, empreendimentos brasileiros estão se preparando para integrar os membros da Expopartes Colômbia, em Bogotá, que ocorrerá entre os dias 10 a 12 de novembro, e da Automechanika Dubai, nos Emirados Árabes, de 14 a 16 de dezembro.

De acordo com o Sindipeças, dez empresas nacionais já agendaram sua participação no evento colombiano. São elas: Baterias Moura; Suporte Rei; Indisa; Tecfil; TMD; SEG Automotive; Tuzzi; MasterPower; Vannucci, e NDC. Quanto à feira de Dubai, oito lojas brasileiras devem marcar presença: Zen; Indisa; Riosulense; Vannucci Suporte Rei; Autolínea; Metalmatrix, e Quinelato.

Dubai

A Automechanika Dubai é uma feira vital para comerciantes do Brasil, pois o evento serve de porta de entrada para compradores das nossas autopeças no Oriente Médio, norte da África e sudeste asiático. 

Ao todo, mais de mil empresas – de 57 nações diferentes – confirmaram a ida aos Emirados Árabes. Além disso, o público poderá aproveitar a oportunidade e visitar a Expo 2020 Dubai – antes prevista para 2020, mas inaugurada apenas em outubro deste ano, e que irá até março de 2022. 

Nela, 190 países apresentam propostas de sustentabilidade, mobilidade e inovação, guiados pelo tema “Conectando mentes, criando o futuro”.

América

Voltamos para o nosso continente. Agendada para o período entre 10 e 12 de novembro, a Expopartes já vem rendendo nos preparativos. A interação com os clientes colombianos, que ocorre virtualmente há algum tempo, trouxe resultados promissores.

Vale destacar atividades que já vêm acontecendo, entre elas a 3ª Rodada de Negócios Virtual, organizada pelo Projeto Brasil Auto Parts (BAP), uma parceria do Sindipeças com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Voltado exclusivamente para o setor agrícola, o evento contou com a participação de 47 empresas.

No encontro, foram realizadas 105 reuniões individuais com importadores colombianos, e há uma expectativa de vendas na ordem de U$ 1,5 milhão nos próximos meses. 

Já entre 27 de setembro e 1º de outubro, houve a rodada virtual de negócios com países andinos, na qual estiveram importadores do Equador e Peru, além da Colômbia. Ao todo, 75 empresas brasileiras participaram do encontro. Outubro também contou com reuniões do Brasil com países da América Central em evento similar. Por fim, em novembro, será a vez de conversar com comerciantes da Rússia.

As ações no âmbito do Brasil Auto Parts propiciaram, segundo o Sindipeças, o fechamento de exportações na ordem de US$ 443,9 milhões entre janeiro e junho deste ano, volume 53,6% superior ao obtido no mesmo período em 2020. 

Leia também: Principais feiras automotivas do mundo.

Compartilhe

Comentários