O Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) anunciou que em 2019 o país presenciará, mais uma vez, o crescimento do setor automotivo. Segundo o presidente da entidade, Dan Ioschpe, a expectativa é de uma alta de 5%, atingindo um total de 3,15 milhões de unidades.

Mesmo com a pequena alta, o Sindipeças aponta que é o terceiro ano seguido de crescimento na indústria. Em 2017 foi registrado um aumento de 24%, enquanto que no ano vigente a marca atingida será de 12%.

O faturamento dos fabricantes de autopeças também ira fechar 2018 em alta de 14,3%. No entanto, a balança comercial terminará com déficit de US$ 6 bilhões. A expectativa do Sindipeças é positiva pela melhora nos acordos com os outros países do Mercosul, além do México e Japão.

Já o faturamento líquido nominal do setor de autopeças no acumulado de janeiro a agosto foi 20% superior ao registrado em igual período de 2017, segundo levantamento mensal feito com sessenta empresas associadas ao Sindipeças que representam 36,2% das vendas totais do setor no Brasil.

Houve aumento nas vendas para montadoras (18,6%), intrassetoriais (12,2%) e reposição (17,1%). As exportações aumentaram 16,5% em dólares e 29,4% quando consideradas em reais. A utilização da capacidade instalada em agosto foi de 71%, mesmo percentual verificado no mês anterior.

Comentários